Saberes Indígenas na Escola

mapa-oficial

A Ação Saberes Indígenas na Escola integra o Eixo das Pedagogias Diferenciadas e uso das Línguas Indígenas do Programa Nacional dos Territórios Etnoeducacionais Indígenas, instituído pela Portaria MEC nº 1.062, de 30 de outubro de 2013.

Compreende a realização de Formação Continuada aos professores indígenas nos diferentes territórios etnoeducacionais, tendo como base a colaboração com os estados, o Distrito Federal, os municípios e as instituições de ensino superior (IES). Sua execução baseia-se nos princípios da especificidade, da organização comunitária, do multilinguismo e da interculturalidade, assegurados pelo art. 210, § 2º, da Constituição Federal.

A Rede é composta por 24 instituições, sob a coordenação das seguintes IES: Universidade Federal do Amazonas, Universidade Federal de Rondônia (Unir), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); Instituto Federal de Roraima (IFRR) e da Universidade Estadual da Bahia (Uneb). São parceiras as secretarias estaduais e municipais de educação.

Esta plataforma online apresenta as produções, formações e registros de atividades associadas à Ação Saberes Indígenas na Escola – Núcleo UEM (Universidade Estadual de Maringá) no estado do Paraná, que compõe a Sede, coordenada pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (FAE/UFMG-MG), assim organizada:

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Sede
Universidade Federal do Espirito Santo (UFES)
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)